Widget Image
Marcos Pizano – 30 anos de Jornalismo, dos quais 26 em emissora da Rede Globo, além de dois MBAs na Fundace/USP e três anos de Instrutoria no Sebrae/SP.
Fale comigo: (16) 3441-8786 • (16) 99752-8786
E-mail: falecom@marcospizano.com.br

Blog

Home  /  Novidades   /  Como lidar com a imprensa e abrir novas oportunidades

Como lidar com a imprensa e abrir novas oportunidades

Como lidar com a imprensa e abrir novas oportunidades

 

Você que está no mercado sabe que é vital ficar sempre em contato com o cliente, o que por si só já explica a importância dos meios de comunicação utilizados para isso. Por outro lado, você também sabe que está ficando cada vez mais difícil lidar com eles.

Lendo este texto você vai saber porque isso está acontecendo e vai começar a aprender desenrolar este problema.

Ocorre que nos últimos anos a Imprensa está perdendo espaço na vida das pessoas. Segundos dados do IBGE, a Internet já está em mais da metade (55%) dos lares brasileiros, principalmente por dispositivos móveis. A audiência da Internet já supera a da TV. Para 82% das pessoas, a Internet é a mídia mais importante.

Entretanto, como empresas, os veículos lutam para sobreviver. E, para isso, precisam se reaproximar ao máximo de seus públicos para enfrentar a concorrência das novas Mídias Digitais e os efeitos da crise econômica.

Estes dois desafios são monumentais, o que tem deixado os veículos de comunicação tradicionais – Rádios, TVs, Revistas e Jornais Impressos – extremamente agressivos na busca por audiência (ouvintes, telespectadores e leitores).

Todos sabemos do potencial ofensivo da Imprensa, considerada o Quarto Poder. Imagine todo este poderio acuado!

Uma fera contra a parede não tergiversa, ataca. É uma ameaça.


O QUE ESTÁ MUDANDO?
jornalista

Os países mais ricos do mundo, reunidos no Fórum Mundial de Davos, em Janeiro de 2016, fizeram este alerta: estão em curso “mudanças socioeconômicas e demográficas, com impactos nos modelos e formas de fazer negócios e no mercado de trabalho. Afetará exponencialmente todos os setores da economia e todas as regiões do mundo”.

O alerta continua: “Haverá ganhadores e perdedores. As mudanças são tão profundas que, da perspectiva da história humana, nunca houve um tempo de maior promessa ou potencial perigo”.

Avaliando os cenários do presente e do futuro é possível deduzir se a Imprensa, tal como a conhecemos, pertencerá ao grupo de ganhadores ou de perdedores.

Não se trata de diminuir a importância da Imprensa, pelo contrário. Trata-se de entender que esta agressividade é desespero de quem está perdendo espaço.

Trata-se também de perceber seu perfil tenderá a ser mais regional e, portanto, mais ao alcance de atores sociais e econômicos locais.

Aqui, então, o que encontramos é uma oportunidade para empreendedores de pequeno e médio porte. Ou seja, as eficazes técnicas de comunicação atualmente utilizadas somente pelas grandes empresas estarão mais ao nosso alcance.

 

A ESTRELA DE CINCO PONTAS

Você perguntaria então: O que fazer para aproveitar esta oportunidade?estrela-comunicacao

Primeiro precisamos saber como agem os atores no processo de comunicação que envolve as mídias tradicionais. Eles são cinco e podem ser demonstrados na figura de uma estrela.

Cada um destes atores – Público-alvo, Mídia, Cinegrafista/Fotógrafo, Jornalista, o próprio Fato e, principalmente, Você – interfere na Estratégia de Comunicação da empresa e, portanto, na construção de uma imagem pública que possa ser favorável ao empreendimento.

Não é sem motivo que você está no topo da Estrela. Você é o regente desta orquestra. É você que faz o balanceamento todos estes fatores para construir uma boa comunicação com o seu público-alvo.

 

PARA UMA BOA COMUNICAÇÃO

Existem Técnicas Comunicacionais muito eficazes para direcionar a sua mensagem, partindo sempre do foco principal: seu público-alvo.

Cinco dicas resolvem esta questão, uma delas é saber não aceitar provocação gratuita.

Há situações em que a entrevista não se dá em clima amigável, como investigação de crimes ou escândalos de corrupção, muito frequentes hoje em dia. Entretanto, o assédio do Jornalista não pode ultrapassar o limite da legalidade.

Porém, muitas vezes a provocação é invasiva e desleal. Nestes momentos o entrevistado precisa manter o foco e há técnica para isso. Deve-se evitar, ao máximo, a exposição inadequada do negócio e do próprio Empreendedor.

Construir uma imagem forte demanda muito investimento e não só de dinheiro, mas prioritariamente de conhecimento das técnicas de comunicação.

Recuperar uma imagem arranhada é muito mais difícil e infinitamente mais caro.

Por isso, o bom relacionamento com a imprensa, principalmente no cenário atual, torna-se indispensável para o fortalecimento das marcas, principalmente as regionais, porque cria mais proximidade e identidade com o cliente e constrói um mercado favorável a ela no longo prazo.

Quer saber mais sobre estas técnicas de Gestão de Imagem Relacionamento com a Imprensa?

Entre em contato com os especialistas da Enove Consultoria e Treinamento. Eles têm reconhecida experiência nesta área e poderão dar a você as ferramentas necessárias para – em meio à crise –  aproveitar esta oportunidade da melhor maneira possível.

 

Marcos Pizano
Consultor Enove em Marketing e Comunicação